Alegre dá o exemplo que Cavaco não segue

"Escrevi um texto literário sobre a minha relação com o dinheiro. Foi pedido a mim e a outros autores portugueses. Esse texto foi publicado. Depois constatei que havia realmente publicidade a um banco. Pedi a interrupção do texto, o que foi feito. Mais tarde mandaram-me um cheque e eu devolvi o cheque", esclareceu Manuel Alegre.

 

Teresa Caeiro pretendeu misturar os alhos com os bugalhos. Manuel Alegre nada tem a esconder e esclareceu o caso da publicidade do BPP. Sem qualquer problema e com frontalidade. Já Cavaco Silva não segue o exemplo de Manuel Alegre, como devia, de clarificação.

tags:
Carlos Manuel Castro às 17:46 | link do post | comentar