2 pequenas reflexões

Num dos debates televisivos, o candidato Cavaco Silva afirmou a certa altura que seria necessário nascer duas vezes para se ser tão honesto como ele.

 

No discurso de ano novo, o presidente Cavaco Silva criticou, a certa altura, dos "agentes políticos" e do seu papel na sociedade e no país.

 

Em relação à primeira questão: uma frase como aquela é bastante esclarecedora da personalidade de quem a profere - arrogância, prepotência. Se há coisa que o país não necessita neste momento é de um presidente arrogante e prepotente. A arrogância e a prepotência não se dão bem com a democracia.

 

Em relação à segunda questão: a primeira reação é dar vontade de rir. Mas, pensando melhor, a tática do presidente-candidato é a de tentar pôr-se de fora da classe política que está tão mal vista neste momento. Ora, é bom recordar que Cavaco Silva leva 17 anos de vida política ativa, foi 1º ministro durante 3.643 dias e foi presidente do PSD pelo menos 10 anos. Para se ser agente político quanto tempo é necessário então?

 

 

 

Paula Cabeçadas às 20:22 | link do post | comentar