"Pai, Pai, por que me abandonaste?"

Cavaco Silva interrompeu a campaha para fazer a rodagem ao carro. Deslocou-se a Santa Comba Dão e visitou o túmulo de Salazar. "Pai, Pai, por que me abandonaste? Só tu, se nasceres segunda vez, serás mais honesto do que eu." A voz gutural de Salazar irrompeu e, paternal, disse: "Discípulo meu, importa é não ter mais do que pó nos bolsos." Cavaco, com uma honestidade pungente, respondeu: "Pai, eu não tenho mais do que pó nos bolsos. Hoje, usamos cartões de crédito. Tenho amigos que tratam disso."

Vítor Sousa às 19:08 | link do post | comentar