Clareza

Logo Alegre

"Sou o candidato de uma coligação de cidadãos apoiado por partidos e não, como Cavaco Silva, o candidato de uma coligação de partidos que quer ir para o governo”

 

“Se tiver de vetar uma lei, por ser contrária à minha consciência, aos valores que me levaram a ser Presidente ou aos princípios consagrados na Constituição, terei a coragem de vetar sem arranjar subterfúgios.”

Manuel Alegre

Açores, 2010.01.09

Manuel Alegre tal como antes, Soares e Sampaio, e já antes, Eanes, entende que o mandato do Presidente da República é, como todos os outros sujeitos a sufrágio, para cumprir um programa e que são essas linhas que diferenciam os diversos candidatos.

 

Ao contrário do seu opositor que, a cada pergunta sobre o que pensa desta ou aquela questão, responde invariavelmente que não vai dizer mais do que já disse, nunca tendo dito nada, Manuel Alegre deixa claro quais as condições em que exercerá o seu mandato.

Luis Novaes Tito às 20:46 | link do post | comentar