Despachos

Cartaz proibido

 

Se este Alegro fosse um Albergue Espanhol também andaríamos preocupados com quem escreve, para quem. Preocupados, p.e., em saber se o menino guerreiro lhes explica, por eMail, porque teve de deitar fora os outdoors que já estavam na rua, ou lhes envia eMails da Rua da Imprensa Nacional para se conformarem com o casamento de pessoas do mesmo sexo (aquela coisa do “chamem-lhe o que quiserem, mas não lhe chamem casamento”)

 

Mas o Alegro não é um Albergue Espanhol. É uma plataforma de opinião plural onde se encontram, por muitas razões, gentes de muitas sensibilidades (e de muita sensibilidade) que não se conformam com a ideia estapafúrdia de ficarem silenciosos á espera que os resultados das eleições sejam aquilo que os espanholados gostavam que fossem, ou de abstencionistas que não se importam de continuar nesta amena cavaqueira.

 

As razões que levam cada um destes autores alegros a serem pianissimos, moderatos, moltos ou maestosos, são as suas próprias razões, todas Alegro (ou Allegro, como queiram), por preferirem esse andamento ao de Adágio ou de Presto.

 

Razões de cada um, porque a cabeça de cada um que aqui escreve não é só o adorno terminal superior do seu corpo mas contém a massa geradora da química que faz dispensar eMails e recados de uma luzinha que os guie.

Luis Novaes Tito às 11:27 | link do post | comentar