Cavaco eleito à primeira volta? Longe de estar escrito nas estrelas

---

 

Nesta altura do campeonato, interessa ouvir quem sabe e é por isso importante estar atento ao que Pedro Magalhães vai recordando no Margens de Erro.

 

No caso vertente, analise-se este quadro, onde estão listados os resultados finais e as previsões das sondagens, relativos às Presidenciais de 2001 – precisamente as últimas, antes das que terão agora lugar, em que um presidente em exercício se candidatou a um segundo mandato.

 

 

É certo que Jorge Sampaio ganhou à primeira volta, mas não com a folgadíssima margem prevista. Ninguém se atreveu a atribuir-lhe menos de 63,5% e ele obteve 55,8%.

 

Ora, segundo os últimos dados de que disponho, não está previsto que Cavaco Silva ultrapasse 57,1%. Com este comentário: «Neste mês de Janeiro foi interrompida a subida contínua que a popularidade de Cavaco conhecia desde Julho, situando-se agora no patamar dos seus níveis mais baixos.»

 

Assim sendo, para bom entendedor… les jeux ne sont pas faits.

tags:
Joana Lopes às 21:04 | link do post | comentar