Bons alunos, maus resultados

BuracoNesta velha estória dos "bons alunos" nunca ninguém questiona o facto desse tempo ter sido de vacas gordas, quero dizer, um tempo em que havia milhões diários a entrar pelo rio da Europa que desaguava em Portugal.

 

Ninguém questiona, agora que o rio secou e a maré é contrária, o que é que os "bons alunos" fizeram com tantas e tão boas notas, nem quais foram os critérios de avaliação do professor que as distribuiu.

 

Ninguém questiona porque é que hoje, para além do alcatrão, nada sobra do tempo em que o professor se gaba de ter feito desta Nação um jardim infantil de "bons alunos".

Luis Novaes Tito às 10:00 | link do post | comentar