Cavaco a evidenciar o falhanço do seu mandato

Cavaco Silva escolheu uma plateia de empresários do sector da cortiça, em Santa Maria de Lamas (Aveiro), para voltar à tese da "magistratura activa" para Portugal ir para o "rumo certo". Um Presidente, sublinhou, "não governa, não legisla", mas pode e deve "apontar caminhos estratégicos, grandes linhas de orientação". "É essa a função de um Presidente."

 

Estou inteiramente de acordo com Cavaco Silva, nestas palavras: um Presidente da República deve "apontar caminhos estratégicos, grandes linhas de orientação (...) essa é a função de um Presidente".

 

Porém, Cavaco Silva, nos últimos cinco anos, nada fez. Entre falhas graves, como não defender Portugal no embate com a crise, preferiu ficar sentado em Belém a ver os problemas agravar-se, Cavaco Silva limitou-se a lançar sinais ao longo do mandato, como se fosse comentador. E, comentador por comentador, Marcelo sempre tem mais piada e cita livros.

Carlos Manuel Castro às 16:45 | link do post | comentar