"Queremos a economia ao serviço das pessoas e não as pessoas perfiladas de medo"

Queremos a economia ao serviço das pessoas e não as pessoas perfiladas de medo

 

“Demos a volta ao país e fizemos uma campanha de esperança, de confiança e de alegria, muito intensa” afirmou Manuel Alegre no almoço da Trindade. “Não estamos aqui perfilados de medo”, afirmou, parafraseando Alexandre O’Neil. “E o medo está a ser um instrumento político desta campanha”, denunciou, “o principal activo de Cavaco Silva, o medo que ele próprio inculca nos portugueses: medo que ele inflama ao qualificar a nossa situação de explosiva, medo do desemprego, medo do endividamento externo, medo de todas as leis que vão no sentido da tolerância, da modernidade, das liberdades e do respeito pela diferença” recordou, arrancando uma enorme sala da palmas. Medo, finalmente, “de uma crise política grave, estou a citá-lo, que ele próprio anunciou que iria provocar dissolvendo a Assembleia da República e abrindo as portas aos dois partidos que o apoiam”.
Paula Cabeçadas às 18:25 | link do post | comentar