Quarta-feira, 19.01.11

Ele queria viver numa ilha mas ficou-se pela "Vivenda no Algarve"... (Leia mais amanhã a Visão)

Visão online, hoje: "Cavaco fez permuta com Fantasia. A casa de férias de Cavaco... Silva foi adquirida a uma empresa subsidiária da Opi 92, de Fernando Fantasia. O Presidente da República continua sem dizer onde está a escritura pública da transação. No dia 17 de fevereiro de 1999, quarta-feira de cinzas, dava entrada na Conservatória do Registo Predial de Albufeira a aquisição do lote 18 da Urbanização da Aldeia da Coelha. Uma permuta entre o casal Aníbal e Maria Cavaco Silva e a empresa Constralmada - Sociedade de Construções, Lda, atesta a passagem da propriedade para o atual Presidente da República. No registo não se encontra, como a VISÃO noticiou na edição de 13 deste mês , a escritura pública que contratualiza a permuta. Ou seja, não se pode apurar, e Cavaco Silva não esclarece, o que deu em troca dos dois lotes de terreno (os antigos lotes 18 e 19 do loteamento inicial, correspondentes ao atual lote 18, e o "edifício composto por cave, rés-do-chão e 1º andar, do tipo T-6, com logradouro" de 1891 metros quadrados). A VISÃO enviou várias perguntas para Cavaco Silva (ver caixa no final desta página), que receberam, às 16h00 desta terça-feira, 18, uma resposta de fonte oficial da direção da sua campanha para a re-eleição na Presidência da República: "O Professor Cavaco Silva já disse o que tinha a dizer sobre o assunto." E da Presidência não nos chegou qualquer resposta. Na sequência do trabalho publicado pela VISÃO na semana passada , quando confrontado por outros jornalistas, Cavaco Silva disse apenas: "O desespero já é muito grande. Façam as investigações que quiserem, publiquem tudo que talvez depois do dia 23 talvez eu possa ler." O que se sabe é que a permuta foi feita com uma empresa de construção, a Constralmada. E que essa empresa era uma sociedade por quotas fundada por Fernando Fantasia e detida em 33,3% pela sua empresa Opi 92, SA. Era, porque foi dissolvida em Janeiro de 2004. Fernando Fantasia é um dos moradores no restrito aldeamento da Coelha. Viria a ser, também, um dos rostos de algumas das mais complexas operações durante a gestão de Oliveira e Costa no BPN/SLN. Mas isto aconteceu alguns anos após o negócio com Cavaco Silva. Muito embora não se consiga situar, precisamente, quando é que a Opi deixou de ser exclusivamente detida por Fernando Fantasia para passar a ser mais uma das "participadas" do grupo do BPN. O mistério Opi Nuno Melo, deputado do CDS, durante os trabalhos da Comissão de Inquérito do Parlamento ao caso BPN, chegou a declarar que "a OPI e as sociedades que gravitam à volta desta, como a Pluripar e outras, são um problema grande que temos para compreender. E são um problema grande porque refletem o que no BPN funcionava à margem da transparência das contas, à margem da consolidação, à margem das informações ao Banco de Portugal." (ata da reunião de 24/3/2009) Fernando Cordeiro, acionista da SLN, declarou aos deputados, por seu turno, que "Oliveira Costa falou-nos que 100% da OPI eram da SLN Valor".

 
tags: , ,
Nuno Félix às 10:28 | link do post | comentar
Terça-feira, 18.01.11

Yo no credo en brujas, pero que las hay, las hay! (Parte III)

Deixe-mo-nos de tretas e olhemos de FRENTE para a imundície que é a fossa séptica pestilenta BPN com a mesma minúcia e detalhe (mas sem invenções ou manipulações, por favor) com que se olhou alguns "casos" recentemente ou como se deverá deveria sempre olhar para qualquer "caso" de "aparente" corrupção.

O Freeport foi o Freeport.Tentaram algo que não pegou.Temos pena.O Face Oculta será o que for.Eu ainda esperei pelo "Apito" e vou "deitando o olho" ao "Furacão" mas a esperança de que alguém dê um pontapé na caixinha da Tia Pandora, confesso, não é muita.Assumo a minha descrença.

Agora, deitarem, descarada e despudoradamente, areia para os olhos dos portugueses sobre a maior fraude desde o Alves dos Reis, fazendo de todos nós "tolinhos", ISSO NÃO!

A imagem Bíblica de fazer passar um camelo por uma agulha pode ser um enorme exagero ou então um erro de tradução do original aramaico ("gamla", camelo; "gamala", corda grossa), mas tentar fazer Cavaco Silva passar por competente e honesto começa a ser mesmo como tentar fazer passar um grande camelo pelo buraco duma agulha bem pequenina....!


 

 

Perguntas  da VISÃO sem resposta


Estas são algumas das questões enviadas a Cavaco Silva, para Belém e para a sua direção de campanha.

- Pode o senhor Presidente da República confirmar que adquiriu a propriedade do atual lote 18 da Urbanização da Coelha (Sesmarias, Albufeira) à empresaConstralmada?
- Essa transação foi feita através de uma permuta de terrenos?
- Por que valores foram avaliados os terrenos que adquiriu, e os que cedeu?
- Recorda-se do ano em que foi feita a escritura pública desta transação?
- Tinha conhecimento que a referida empresa, a Constralmada, era detida pela Opi-92, empresa de que eram acionista o Dr. Fernando Fantasia?
- Quem lhe propôs a permuta?
- Recorda-se do cartório notarial onde foi firmada a escritura pública desta transação?

 

publicado também aqui

Paulo Ferreira às 18:58 | link do post | comentar

Yo no credo en brujas, pero que las hay, las hay! (Parte II)

O julgamento do ex-presidente do BPN, Oliveira e Costa, que começou a 15 de Dezembro e deveria ser retomado na quarta-feira, foi adiado para a próxima segunda-feira, 24 de Janeiro, informou fonte do tribunal.

Paulo Ferreira às 16:39 | link do post | comentar
Quinta-feira, 13.01.11

Yo no credo en brujas, pero que las hay, las hay!

Costuma dizer-se que não há fumo sem fogo.Neste caso,depois de "arderem" muitos milhares de milhões de euros e se perderem oportunidades sem fim, lá aparecem uns "rasgos de fumaça". Vão adensar-se e tornar-se bem mais visíveis (finalmente!) porque já se tornaram demasiado "tóxicos"!

 

 

 

 

Paulo Ferreira às 16:50 | link do post | comentar | ver comentários (2)
Quinta-feira, 06.01.11

Amor com amor se paga?!

"Ora, o que é facto é que o processo disciplinar instaurado ao Prof. Aníbal Cavaco Silva, e que conduziria provavelmente ao seu despedimento do cargo de docente da Universidade Nova, foi andando aos tropeções, de serviço em serviço e de corredor em corredor, pelos confins do Ministério da Educação.
Até que, ninguém sabe bem como nem porquê,... desapareceu sem deixar rasto...
E até ao dia de hoje nunca mais apareceu.
Dos intervenientes desta história, com um final comprovadamente tão feliz, sabe-se que entretanto o Prof. Cavaco Silva foi nomeado Primeiro-ministro.
E sabe-se também que o Prof. João de Deus Pinheiro veio mais tarde a ser nomeado ministro dos Negócios Estrangeiros de um dos Governos do Prof. Cavaco Silva, sem que tivesse constituído impedimento a tal nomeação o seu anterior desempenho, tido geralmente como medíocre, à frente do Ministério da Educação.
Do mesmo modo, o seu desempenho como ministro dos Negócios Estrangeiros, pejado de erros e sucessivas “gaffes”, a tal ponto de ser ultrapassado em competência e protagonismo por um dos seus jovens secretários de Estado, de nome José Manuel Durão Barroso, não constituiu impedimento para que o Primeiro-ministro Aníbal Cavaco Silva viesse mais tarde a guindar João de Deus Pinheiro para o cargo de Comissário Europeu.
De qualquer modo, e como é bom de ver, também não foi o desempenho do Prof. João de Deus Pinheiro como Comissário Europeu, sempre pejado de incidentes e críticas, e de quem se dizia que andava por Bruxelas a jogar golfe e pouco mais, que impediu mais tarde o Primeiro-ministro Cavaco Silva de o reconduzir no cargo." - Random Precision

 

Já vejo como desapareceu muita coisa nos buracos da lei, das gavetas e dos orçamentos.O criador do monstro de que falava Miguel Cadilhe não é só dado à "geração" ou à "extinção", afinal também é dado à prestidigitação.

 

 

publicado também aqui

Paulo Ferreira às 14:35 | link do post | comentar

Olhos nos olhos

 

Cavaco Silva, o candidato que não olha os seus adversários nos olhos, resolveu mandar um conselheiro seu explicar aquilo que só ele podia explicar. Só é pena que Alexandre Relvas tenha falado muito e explicado nada. A candidatura de Manuel Alegre faz bem em não se intimidar perante acusações de "baixa política" e em exigir os esclarecimentos devidos. Se nada tem a esconder, talvez Cavaco devesse dar ouvidos àqueles que no seu campo político também já clamam por explicações, cientes de que o caso nada de bom traz à imagem esfíngica que o candidato da direita gosta de cultivar. É que ainda há muita política para discutir, e queimar tempo é próprio dos jogadores com falta de confiança nas suas capacidades.

tags: , ,
Miguel Cardina às 12:22 | link do post | comentar
Quarta-feira, 05.01.11

A "Caixa de Pandora"

O BPN não é "A" razão para não votar no candidato Cavaco Silva. É apenas e tão somente a etiqueta dum baú cheio de mofo, pó e teias de aranha, onde abundam "estórias com ou sem café", "novelas secas e molhadas", "azares e coincidências", "conhecimentos e desconhecimentos" insólitos e inusitados. É muito azar para um Presidente só!

Para quem governou com grande parte da comunicação social nacional ainda "controlada" pelo seu Governo, o ex ministro das finanças "pré FMI em Portugal", o ex-primeiro ministro e actual recandidato a Presidente da República, não conspira nada mal, comunica horrivelmente e explica-se ainda pior. Parece um "Professor" que não gosta de ensinar, apenas de dar lições de moral aos pupilos!

 

 

 

Publicado em estéreo aqui

Paulo Ferreira às 16:15 | link do post | comentar | ver comentários (1)

E que tal explicar a coisa?

 

Daniel Oliveira:

 

«Não vale a pena Cavaco Silva continuar a fingir que o que está a ser debatido são poupanças familiares depositadas num banco. Não é disso que se trata. O que está a ser discutido é o negócio da venda das suas ações da Sociedade Lusa de Negócios, detentora daquele banco, com contornos pouco claros e que deram a si e à sua filha um lucro de 147,5 mil euros e de 209,4 mil euros, respetivamente. Cavaco Silva vendeu 105.378 acções da SLN, que comprara a um euro cada, em 2001, por 2,4 euros, no final de 2003. O mais importante: esta inexplicável valorização foi determinada por contrato, já que a sociedade não estava cotada na bolsa. É esse contrato, elaborado por uma administração composta por pessoas que lhe são próximas (uma delas até foi, depois disto, nomeada por ele para o Conselho de Estado), que se quer conhecer. Não parece legítima esta exigência?»

 

Vale a pena ler o texto todo.

tags: ,
Miguel Cardina às 12:58 | link do post | comentar

Cavaco BPNizado

Desde o último debate (entre Manuel Alegre e Cavaco Silva) que a questão SLN/BPN persegue Cavaco Silva (CS). Como ainda hoje dizia um insuspeito comentador da SIC-Noticias, "há coisas que precisam ser explicadas". A gente nem quer, longe de nós, pôr em causa a honorabilidade da pessoa. Questões de justiça são do foro da justiça. Porém, à política o que é da política. Os cidadãos portugueses têm o direito de saber os contornos destes movimentos e das relações pessoais entre o presidente em exercício e Oliveira e Costa, a SLN e o BPN. No momento da campanha em que nos encontramos, este aspecto pode ser decisivo para o resultado do próximo dia 23. Porque, naturalmente, os eleitores têm o direito de saber que informação privilegiada teve o accionista Cavaco Silva para comprar, em seu nome e de sua filha, um volume de acções tão significativo no momento em que elas valiam tão pouco? Que outros movimentos semelhantes ocorreram no mesmo período de tempo com outros clientes (se os houve)? E quais os preços "de mercado" praticados nos outros negócios? Foram idênticos? Os outros accionistas também ganharam somas/ proporções tão generosas de dinheiro? Foi simples contingência que em tão pouco tempo a família Silva tenha obtido um lucro de cerca de 140%?

 

Bem, se se confirmar que foi uma de mera questão de sorte, podemos finalmente perceber porquo CS crê tão cegamente nos mercados e nas transacções bolsistas! Todavia, se houve ali alguma marosca, todo o verniz que recobre de seriedade o referido candidato pode de repente estalar e o destino ainda lhe pode pregar uma inesperada partida neste lindo mês de Janeiro de 2011. Seja como for, o certo é que já lá vai uma semana que o homem de Boliqueime está “BPNizado”, pois o assunto colou-se-lhe que nem lapa e assim parece continuar para animar uma campanha que já estava dada como resolvida. Não está...

Elísio Estanque às 00:00 | link do post | comentar

eMail

pesquisar

 

autores

posts recentes

últ. comentários

  • Genial ... anedota nacional. Fica a ideia da const...
  • Ou seja, Cavaco, nos seus 10 anos, reduziu o défic...
  • Obrigado Rodrigo.Este Blog estará disponível enqua...
  • Caros AmigosO trabalho que fizeram e apesar de os ...
  • Há gente que nunca conseguirá ver mais do que a po...
  • Palavras para quê?"Alegre confrontado com insinuaç...
  • Obrigado JPN.Já está resolvido.
  • Obrigado, AnabelaFoi um prazer acompanhar Manuel A...
  • Tens toda a razão, Paulo.Esta treta de gente do me...
  • Acho que não deve conseguir ler os gráficos muito ...

mais comentados

arquivos

2011

tags

links

subscrever feeds

networkedblogs - facebook

NetworkedBlogs
Google Groups
blogs SAPO

Logo

Alegre - Alegro Pianissimo
Imagem: Rui Perdigão