Quinta-feira, 27.01.11

E=MC^3....ao cubo precisamente!

Desculpem voltar atrás mas há coisas que me confundem.Ora então agora Manuel Alegre foi o único e exclusivo culpado do resultado de dia 23!?!

É uma das deduções mais brilhantes que pude admirar ao vivo nas ultimas décadas, pelos menos nas 3 ultimas!

Manuel Alegre obrigou e forçou toda a gente dentro do PS,qual ditador maléfico, impôs-se sem qualquer alternativa para ninguém subjugando todos os dirigentes e responsáveis nalguma masmorra ideológica recôndita e depois fez tudo mal, sozinho!Espantoso!

Soa-me a disparate demasiado conveniente e pouco convincente.Soa-me a uma ideia tão genialmente estúpida que se assemelha a uma conclusão de menino cábula que no quadro circula entre o 2+2=5 e o E=MC^3!!!

Quem no PS decidiu...decidiu.Quem se opôs..opôs.Nos lugares e foruns próprios.Quem calou...consentiu.É da vida,temos pena!

Quanto ao resto da fauna politica ou "comentadeira" que regurgitou barbaridades nos últimos dias, por favor...alguma honestidade intelectual por favor!

Então Manuel Alegre perdeu porque foi apoiado por dois partidos políticos com posições opostas?Se foi essa foi a razão da derrota de Manuel Alegre então Ramalho Eanes, Mário Soares e Jorge Sampaio não teriam tido tantos mandatos cada...certo?Alegre obrigou sozinho um grande partido o seguir o seu ego e deixou-se instrumentalizar por um pequeno partido, de certeza?Manuel Alegre tem muita culpa do cartão amarelo ao PS devido ao contexto Governo/Crise?Qual foi mesmo o resultado das ultimas eleições europeias por exemplo, foi bom para o PS/Governo?

O apoio a Manuel Alegre foi assim tão consensual no BE? A forte abstenção deveu-se exclusivamente ou principalmente a Manuel Alegre? NÃO!

Se existiram muitos sorrisos amarelos pela Direita com a vitória (enfim,tinha que ser apesar do enfado!) de Cavaco Silva, também existiram sorrisos sentidos na Esquerda....embirro com uns e com outros, sorrisos de cobardes, parasitas ou canibais irritam-me.

 

"Friends, Romans, countrymen, lend me your ears; / I come to bury Caesar, not to praise him; / The evil that men do lives after them, / The good is oft interred with their bones."

 

 

Paulo Ferreira às 10:18 | link do post | comentar | ver comentários (1)
Sexta-feira, 21.01.11

O Escrutínio "escrutinadamente escrutinado"....

Se, de facto, Cavaco conseguiu um lucro de 140% com ações que nem sequer estavam cotadas na bolsa, pode ser o homem certo para ocupar o mais alto cargo do País. Basta que gira o orçamento de Portugal como soube gerir o seu. Por azar, Oliveira e Costa está preso, o que impede o País de comprar a uma sociedade gerida por si ações a um euro e vendê-las a 2,4. No espaço de dois anos, seríamos a Noruega da Península Ibérica.

 

 

Paulo Ferreira às 14:00 | link do post | comentar

Yo no credo en brujas pero que las hay, las hay! (parte IV)

O que fede de forma mais pestilenta normalmente acaba sempre por chamar de forma arrepiante e enojada a atenção das pessoas, mais tarde ou mais cedo.O mesmo Presidente que almentou conspirações palacianas com assessores e jornalistas para inventar capas de jornal, o mesmo Presidente que interferiu directamente com negócios da PT, o mesmo Presidente que escolhe que sindicalistas recebe, os de primeira categoria certamente como os da Magistratura, e os de segunda, que não lhe convém ouvir, o mesmo Presidente que de manhã ameaça usar bombas atómicas como aquela que ele "desejou e incentivou" para Santana Lopes mas à tarde acha que talvez não...esse mesmo Presidente, agora, vê-se e deseja-se para tapar o sol com a peneira de confusões, trafulhices e "trambicagem" talvez até com fuga ao fisco, no que toca ao BPN-SLN-Coelha sem Fantasia alguma!

É demais....Aníbal Cavaco Silva não será jamais o mesmo aos olhos dos portugueses, Aníbal Cavaco Silva não tem autoridade moral nem ética para impor ou propor o que quer que seja a ninguém nem que nascesse mil vezes!

 

 

Paulo Ferreira às 12:55 | link do post | comentar
Terça-feira, 18.01.11

Yo no credo en brujas, pero que las hay, las hay! (Parte III)

Deixe-mo-nos de tretas e olhemos de FRENTE para a imundície que é a fossa séptica pestilenta BPN com a mesma minúcia e detalhe (mas sem invenções ou manipulações, por favor) com que se olhou alguns "casos" recentemente ou como se deverá deveria sempre olhar para qualquer "caso" de "aparente" corrupção.

O Freeport foi o Freeport.Tentaram algo que não pegou.Temos pena.O Face Oculta será o que for.Eu ainda esperei pelo "Apito" e vou "deitando o olho" ao "Furacão" mas a esperança de que alguém dê um pontapé na caixinha da Tia Pandora, confesso, não é muita.Assumo a minha descrença.

Agora, deitarem, descarada e despudoradamente, areia para os olhos dos portugueses sobre a maior fraude desde o Alves dos Reis, fazendo de todos nós "tolinhos", ISSO NÃO!

A imagem Bíblica de fazer passar um camelo por uma agulha pode ser um enorme exagero ou então um erro de tradução do original aramaico ("gamla", camelo; "gamala", corda grossa), mas tentar fazer Cavaco Silva passar por competente e honesto começa a ser mesmo como tentar fazer passar um grande camelo pelo buraco duma agulha bem pequenina....!


 

 

Perguntas  da VISÃO sem resposta


Estas são algumas das questões enviadas a Cavaco Silva, para Belém e para a sua direção de campanha.

- Pode o senhor Presidente da República confirmar que adquiriu a propriedade do atual lote 18 da Urbanização da Coelha (Sesmarias, Albufeira) à empresaConstralmada?
- Essa transação foi feita através de uma permuta de terrenos?
- Por que valores foram avaliados os terrenos que adquiriu, e os que cedeu?
- Recorda-se do ano em que foi feita a escritura pública desta transação?
- Tinha conhecimento que a referida empresa, a Constralmada, era detida pela Opi-92, empresa de que eram acionista o Dr. Fernando Fantasia?
- Quem lhe propôs a permuta?
- Recorda-se do cartório notarial onde foi firmada a escritura pública desta transação?

 

publicado também aqui

Paulo Ferreira às 18:58 | link do post | comentar

Yo no credo en brujas, pero que las hay, las hay! (Parte II)

O julgamento do ex-presidente do BPN, Oliveira e Costa, que começou a 15 de Dezembro e deveria ser retomado na quarta-feira, foi adiado para a próxima segunda-feira, 24 de Janeiro, informou fonte do tribunal.

Paulo Ferreira às 16:39 | link do post | comentar

Plágio anunciado...

Aproveitando um texto de Rui Rocha no Delito de Opinião, retiro um excerto e coloco um video apenas para que palavras alheias e imagens soltas, por si só, "digam de sua justiça":

 

What we can't do is use this tragedy as one more occasion to turn on one another. As we discuss these issues, let each of us do so with a good dose of humility. Rather than pointing fingers or assigning blame, let us use this occasion to expand our moral imaginations, to listen to each other more carefully, to sharpen our instincts for empathy, and remind ourselves of all the ways our hopes and dreams are bound together.

Face a exemplos como este, percebe-se bem que a tão debatida questão da escassa importância dos poderes presidenciais na Constituição portuguesa é mais uma desculpa do que uma limitação. A verdadeira questão está na capacidade de interpretar, em momentos decisivos, o interesse último da comunidade e de apontar caminhos que não se deixem acorrentar pelos interesses tácticos. E isso está mais no poder da atitude do que no texto. Obama não falou do alto dos seus poderes. Falou ao nível das pessoas comuns e dos seus valores. Por isso foi ouvido. Da mesma maneira que teria sido ignorado se tivesse invocado apenas o seu poder formal. Perante isto diria que:

a) é um erro desvalorizar a eleição e a função do Presidente da República. O candidato que for eleito tem, como ninguém, o poder de influenciar a história colectiva com um gesto, com um discurso ou com um exemplo. Ou de a condicionar irremediavelmente através dos seus actos, palavras e omissões;

b) não podemos prescindir de escolher, mesmo que tenhamos mais dúvidas do que certezas sobre a qualidade de todos e cada um dos candidatos.

Tal como Isiah Berlin afirmou, '(...) reconhecer a validade relativa das próprias convicções, mas ainda assim defendê-las resolutamente, é o que distingue o homem civilizado do bárbaro. Pedir mais do que isso talvez seja uma necessidade metafísica profunda e incurável, mas permitir que isso determine a nossa prática é sintoma de uma imaturidade moral e política igualmente profunda, e mais perigosa'. - Rui Rocha - Delito de Opinião

 

E agora comparemos a "oferta no mercado nacional":

 

 

 

 

Paulo Ferreira às 09:21 | link do post | comentar
Quinta-feira, 13.01.11

Yo no credo en brujas, pero que las hay, las hay!

Costuma dizer-se que não há fumo sem fogo.Neste caso,depois de "arderem" muitos milhares de milhões de euros e se perderem oportunidades sem fim, lá aparecem uns "rasgos de fumaça". Vão adensar-se e tornar-se bem mais visíveis (finalmente!) porque já se tornaram demasiado "tóxicos"!

 

 

 

 

Paulo Ferreira às 16:50 | link do post | comentar | ver comentários (2)
Quarta-feira, 12.01.11

Privatizar lucros,nacionalizando prejuizos...

 

imagem obtida via Facebook de João Soares

Paulo Ferreira às 20:03 | link do post | comentar

Um problema de matemática....

Por causa duma noticia que li hoje fui forçado a confirmar a seguinte informação no dicionário da Porto Editora:

 

nobre
adjectivo uniforme

1. que, por direito de nascimento ou decisão régia, possui determinados títulos e goza de regalias em relação a outros grupos sociais; que faz parte da nobreza
2. relativo à nobreza
3. próprio da nobreza
4. que revela elevação de carácter ou superioridade moral
5. ilustre; honroso; excelente
6. distinto; notável
7. majestoso; magnânimo
8. elevado; sublime

nome 2 géneros

pessoa que, por descendência ou decisão régia, possui títulos e goza de regalias em relação a outros grupos sociais; membro da nobreza

 

Com todo o sincero respeito que o doutor Fernando Nobre me merece, com toda a admiração que o seu trabalho na AMI genuinamente me inspira, tenho no entanto que tecer algumas considerações menos positivas sobre o seu trabalho e, ou, sobre a estratégia de suporte da sua candidatura.

Se veio a terreno apenas para dizer quem tem hipoteses ou não de vencer alguém baseado em palpites, poderia fazer o mesmo como comentador desportivo de qualquer radio ou canal televisivo. Fá-lo-ia até melhor que muitos dos actuais profissionais da área.

Se veio apenas para falar duma "rede tentacular" ao estilo do "vocês sabem do que estou a falar" sem nunca concretizar, já temos Octavio Machado e estamos bem servidos.

Se apareceu para falar de proponentes que desistem de o ser apenas porque se têm que deslocar a uma junta de freguesia, ficamos esclarecidos quanto ao seu dom inato para dar tiros nos pés e quanto à motivação "forte e profunda" de alguns dos seus apoiantes ou ex-apoiantes.

Se ainda não compreendeu que todos os votos interessam dia 23, em todo e qualquer candidato excepto Cavaco Silva, para levar as eleições a uma segunda volta.Se não se apercebeu que o adversário agora é a abstenção.Se ainda não tomou consciência de que todos, unidos em volta do candidato que acompanhar Cavaco Silva nessa segunda volta, poderemos impedir que a pior escolha que a direita podia apresentar seja Presidente da República por mais 5 anos, então Fernando Nobre não sabe fazer contas, não sabe multiplicar, somar ou subtrair, apenas dividir!

É pena.Portugal merece mesmo melhor.É triste, o seu curriculo na AMI prometiam mesmo muito mais.

 

Paulo Ferreira às 14:51 | link do post | comentar

Sabem o que causou o hoje o leilão das linhas de Obrigações do Tesouro?

...a uma certa candidatura presidencial o bom resultado do leilão das duas linhas de Obrigações do Tesouro causou uma enorme e grave INDIGESTÃO, combinada com forte AZIA e com crescentes sintomas de ANSIEDADE!

 

 

 

publicado em parte também aqui

Paulo Ferreira às 14:09 | link do post | comentar | ver comentários (2)
Terça-feira, 11.01.11

O problema do 11-1-11 será o 12-12-12 ?!

Boa parte dos países que dominarão o século XXI têm graves limitações ou sérios constrangimentos, agora ou até há pouco tempo, de liberdade de opinião, associação e manifestação.Vários dos países com maior potencial de dominar as próximas décadas têm sérias limitações ou graves problemas com a liberdade religiosa ou a convivência entre religiões.A esmagadora maioria destes países teve ou tem problemas graves no que toca à corrupção ou criminalidade em geral. Boa parte deles passou recentemente por enormes crise ou dramáticas transformações.

 

Antes Brasil, Rússia, Índia, China, agora também o México, a Argentina e África do Sul. (Coreia do Sul, Chile, Tailândia, Malásia e Filipinas falharam o alvo ou estão no cruzamento entre o sucesso e o falhanço, Espanha e Austrália estão em stand by)

 

Sem ser pessimista será um problema de tolerância, direitos e liberdades e dos custos associados ao "Estado de Liberdade" ou ao "Estado Social"? Sem ser alarmista, será um problema de modelo cultural ocidental em falência? Será a normal fase de decadência dum "sistema" ou "modo de vida" em ciclo descendente ou apenas sintomas duma fase de transformação rumo a algo diferente?

Pode ser só a proximidade do dia 12 de Dezembro de 2012 a afectar os mercados e os políticos mas, honestamente, duvido.

 

Acredito que encontrar a raiz do "medo Ocidental", a razão da putrefacção de alguns dos alicerces da nossa sociedade, os verdadeiros risco que corre o nosso modo de vida, os  reais desafios que o nosso modelo de regime e "governança" enfrentam, é a única forma a vencermos o século XXI. Não contra ninguém, mas por nós.Não contra "os outros" mas também com "eles" ou por causa "deles".O caminho terá de passar não por impor a nossa matriz numa "cruzada" espúria contra o "Oriente" ou os "novos-ex-velhos-futuros emergentes" mas mudando algo em nossa própria casa, não? E de preferência mudando algo já.Portugal, Ibéria ou não-Ibéria, Europa do Norte e do Sul, Europa Central e Periférica ou ultra-periférica, Europa da 1ª Divisão ou da 2ªDivisão.União Europeia Federal ou nem por isso.Algo tem de ser pensado, debatido, testado, implementado, algo tem de mudar, ou estou equivocado? De verdadeiramente alarmante, especialmente para a Velha Europa, é que algo que é menos grave para a Nova Europa ou os EUA, Canadá, Austrália, Nova Zelândia entre outros, é do Atlântico aos Urais não encontro um pensamento, uma ideia, um conceito de futuro e de renovação para nós, Europa, berço do "Ocidente".

 

Não é o Putinismo, um pseudo-Merkelismo nem um soft-Berlusconismo, não me parece que exista Cameronismo e muito menos Sarkozismo, Obamaismos nem servem para os US of A, muito menos para a Europa!De onde virá a solução?A luz e o caminho...ou a inspiração e motivação?

 

Desculpem esta interrupção na campanha eleitoral Presidencial, segue dentro de momentos...

 

publicado também aqui

 

  

Paulo Ferreira às 12:48 | link do post | comentar
Segunda-feira, 10.01.11

Por falar em agricultura....

 

Cavaco Silva descobriu AGORA que está indignado com o desempenho do ex-ministro da Agricultura Jaime Silva?!

Um café populista depois dumas "queijadas de tiros no pé com o BPN" numa "esplanada de campanha"?!

Então mas o que se passou até agora, um lapso de tempo em que Cavaco Silva esteve enclausurado numa arca congeladora, em que nada teve a ver com nada, nada soube, nada fez?

Tirando arrancar vinha e olival ou abater barcos de pesca nos tempos em que o BPN não fazia falta, Cavaco Silva nada mais sabe ou soube da agricultura em Portugal, a "Bela Adormecida" só acordou agora?!  Adormeceu em que parte do filme?Logo após criar o "monstro" de que falou Miguel Cadilhe?

Estes 5 anos de Cavaco Silva Presidente foram um suave prelúdio para uma grande sinfonia do "Devir", os seus 30 anos como politico profissional foram apenas uma série de Novas Oportunidades para Cavaco Silva, agora sim, "explodir" como um verdadeiro grande estadista?

Por favor, tenham dó...continuo sem saber se Cavaco Silva causa mais alergia e urticária à esquerda ou à direita que nem conseguiu inventar uma alternativa decente a um candidato de que genuinamente não gostam, apoiam muito contrariados e do qual maldizem pelos corredores!

 

 

publicado em parte também aqui

Paulo Ferreira às 15:34 | link do post | comentar | ver comentários (3)

Virar o bico ao prego...

O candidato Aníbal Cavaco Silva trouxe o tema BPN para a agenda das eleições presidenciais no debate televisivo com o candidato Francisco Lopes.

O candidato Anibal Cavaco Silva fez uma afirmação clara e directa de enorme superioridade ética e moral perante todos os outros seres humanos em geral, candidatos presidenciais em particular.

O candidato presidencial Aníbal Cavaco Silva, como é costume através de interposta pessoa, neste caso o ilustre comentador e professor que lançou a sua candidatura em primeira mão, Marcelo Rebelo de Sousa. "informa" que continuar a falar do BPN é "contribuir" para aumentar a fuga de depositantes do BPN, como aliás ocorreu intensamente desde que o candidato Aníbal Cavaco Silva meteu claramente na mesa este tema.

Ele meteu o assunto na mesa, as coisas deram, como muitas outras vezes, para o "torto" e agora tenta virar o "bico ao prego" e "chantagear" os adversários de forma cínica e hipócrita.

Isto recorda-me que o candidato Aníbal Cavaco Silva tem este dom, o de transformar em pasto para chamas aquilo em que toca.Por exemplo, em 1987, quando disse que na bolsa de valores nacional se vendia "gato por lebre"e provocou o crash do mercado nacional a meio de um momento de euforia.Nada de sensatez ou intervenção cautelosa de forma a evitar danos colaterais ou prejuízos para o País.À bruta, "gato por lebre".Como na ponte 25 de Abril, à "bruta", tal como na manifestação dos "secos e molhados", à "bruta".Ele quer, pode e manda, nunca se engana e raramente tem dúvidas.Ele faz, outros pagam. Ele diz, outros traduzem. Ele pensa, outros executam.

 

Paulo Ferreira às 13:05 | link do post | comentar
Sexta-feira, 07.01.11

Eu estou farto de Cavaco Silva...

....mas preocupa-me mais a nossa economia frágil, os nossos problemas estruturais, o futuro do Estado Social e do nosso modelo de regime.

Desespera-me mais a falta de objectividade, de foco, de responsabilização dos lideres/gestores, de debate em torno da "EFICÁCIA", "EFICIÊNCIA", "PRODUTIVIDADE" e "COMPETITIVIDADE". Angustia-me a sensação de falta de rumo, de objectivo, de plano, de projecto, de "mapa do tesouro da felicidade nacional",  de "evangelho das soluções do agora e do depois".

Preocupa-me ainda mais a urgência em dar bons exemplos, a premência em moralizar, a asfixiante necessidade de OFERECER aos portugueses PROVAS de um padrão ético e moral de lideres que MEREÇAM a PÁTRIA que SERVEM.10 milhões de almas, 8 séculos de História, 100 anos de República com altos e baixos, merecem PRINCÍPIOS E VALORES na acção e na decisão , sentido de HONRAESPÍRITO DE MISSÃO.

Sem ACREDITAR em PESSOAS é impossível sustentar qualquer SISTEMA ou REGIME!

Dito isto, ciente do que acabei de escrever, consciente da realidade cultural, politica, económica e social que nos envolve, "latinamente-deprimida-invejosa-desconfiada-desenrascada" e "negligente-permissiva-serenamente mansa-milagro-dependente", "saudosamente saudosista" dum Sebastião qualquer ao "leme da caravela" que nos dispense quase até de pensar...o que raio é isto?!


Até dia 23 vamos fingir que os excrementos não acertaram em cheio na "ventoinha de Belém"!? Ninguém quer mesmo abrir a caixa da "Tia Pandora"? É que Cavaco Silva não é mau apenas à esquerda, Cavaco Silva é péssimo ao centro e horrivel à direita!

 

P.S. - peço sinceras desculpas pelo exagero de sublinhados, bolds e "expressões invulgares" mas como este post não tem som não consigo doutra forma transmitir a veemência daquilo em que acredito e do que pretendo "dizer".

Paulo Ferreira às 19:30 | link do post | comentar | ver comentários (1)
Quinta-feira, 06.01.11

O fim de um mito (II)

"Cadilhe escreve, segundo cita hoje o "Expresso", que "os trabalhos preparatórios do novo sistema retributivo da função pública (...) correram sob a responsabilidade directa de Cavaco Silva", referindo-se aos alicerces do Novo Sistema Retributivo da Função Pública que colocou a administração pública portuguesa no terceiro lugar entre as mais caras da Europa." - Público, 28 de Maio de 2005

Paulo Ferreira às 21:21 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Amor com amor se paga?!

"Ora, o que é facto é que o processo disciplinar instaurado ao Prof. Aníbal Cavaco Silva, e que conduziria provavelmente ao seu despedimento do cargo de docente da Universidade Nova, foi andando aos tropeções, de serviço em serviço e de corredor em corredor, pelos confins do Ministério da Educação.
Até que, ninguém sabe bem como nem porquê,... desapareceu sem deixar rasto...
E até ao dia de hoje nunca mais apareceu.
Dos intervenientes desta história, com um final comprovadamente tão feliz, sabe-se que entretanto o Prof. Cavaco Silva foi nomeado Primeiro-ministro.
E sabe-se também que o Prof. João de Deus Pinheiro veio mais tarde a ser nomeado ministro dos Negócios Estrangeiros de um dos Governos do Prof. Cavaco Silva, sem que tivesse constituído impedimento a tal nomeação o seu anterior desempenho, tido geralmente como medíocre, à frente do Ministério da Educação.
Do mesmo modo, o seu desempenho como ministro dos Negócios Estrangeiros, pejado de erros e sucessivas “gaffes”, a tal ponto de ser ultrapassado em competência e protagonismo por um dos seus jovens secretários de Estado, de nome José Manuel Durão Barroso, não constituiu impedimento para que o Primeiro-ministro Aníbal Cavaco Silva viesse mais tarde a guindar João de Deus Pinheiro para o cargo de Comissário Europeu.
De qualquer modo, e como é bom de ver, também não foi o desempenho do Prof. João de Deus Pinheiro como Comissário Europeu, sempre pejado de incidentes e críticas, e de quem se dizia que andava por Bruxelas a jogar golfe e pouco mais, que impediu mais tarde o Primeiro-ministro Cavaco Silva de o reconduzir no cargo." - Random Precision

 

Já vejo como desapareceu muita coisa nos buracos da lei, das gavetas e dos orçamentos.O criador do monstro de que falava Miguel Cadilhe não é só dado à "geração" ou à "extinção", afinal também é dado à prestidigitação.

 

 

publicado também aqui

Paulo Ferreira às 14:35 | link do post | comentar

Uns e outros....o fim do mito!

"Em 1985, as medidas difíceis e duras de combate à crise estavam tomadas, ou seja, o "trabalho sujo" de governo já tinha ficado feito por Hernâni Lopes no seio do anterior Bloco Central." - Pedro Passos Coelho, dia 2 de Setembro de 2009, Jornal de Negócios.

 

Cavaco Silva, ex-ministro das Finanças antes da chegada do FMI a Portugal em 1983, deixou "obra".Outros tiveram que tratar disso como refere Pedro Passos Coelho em entre. Com o ex-ministro das finanças, ex primeiro ministro e actual Presidente da República, existem sempre "outros"!

Outros para fazer, outros para escrever, outros para dizer, outros para resolver, outros para assumir, outros para tomar cafés na Avenida de Roma....

 

 

 

publicado também aqui

Paulo Ferreira às 14:04 | link do post | comentar
Quarta-feira, 05.01.11

A "Caixa de Pandora"

O BPN não é "A" razão para não votar no candidato Cavaco Silva. É apenas e tão somente a etiqueta dum baú cheio de mofo, pó e teias de aranha, onde abundam "estórias com ou sem café", "novelas secas e molhadas", "azares e coincidências", "conhecimentos e desconhecimentos" insólitos e inusitados. É muito azar para um Presidente só!

Para quem governou com grande parte da comunicação social nacional ainda "controlada" pelo seu Governo, o ex ministro das finanças "pré FMI em Portugal", o ex-primeiro ministro e actual recandidato a Presidente da República, não conspira nada mal, comunica horrivelmente e explica-se ainda pior. Parece um "Professor" que não gosta de ensinar, apenas de dar lições de moral aos pupilos!

 

 

 

Publicado em estéreo aqui

Paulo Ferreira às 16:15 | link do post | comentar | ver comentários (1)

"Manuel Alegre tem razão...."

Ter, tem, mas alguns preferem dizer isso em voz baixa....!

 

 

 

Paulo Ferreira às 13:13 | link do post | comentar | ver comentários (1)

eMail

pesquisar

 

autores

posts recentes

últ. comentários

  • Genial ... anedota nacional. Fica a ideia da const...
  • Ou seja, Cavaco, nos seus 10 anos, reduziu o défic...
  • Obrigado Rodrigo.Este Blog estará disponível enqua...
  • Caros AmigosO trabalho que fizeram e apesar de os ...
  • Há gente que nunca conseguirá ver mais do que a po...
  • Palavras para quê?"Alegre confrontado com insinuaç...
  • Obrigado JPN.Já está resolvido.
  • Obrigado, AnabelaFoi um prazer acompanhar Manuel A...
  • Tens toda a razão, Paulo.Esta treta de gente do me...
  • Acho que não deve conseguir ler os gráficos muito ...

mais comentados

arquivos

2011

tags

links

subscrever feeds

networkedblogs - facebook

NetworkedBlogs
Google Groups
blogs SAPO

Logo

Alegre - Alegro Pianissimo
Imagem: Rui Perdigão